Total de visualizações de página

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Induvidàvelmente.

Induvidàvelmente.

Somos passageiros na terra,
mas não estamos em férias.
Só a humildade não corrompe.
Sumidades da inteligência
devem conduzir
e dar as mãos
às inteligências retardatárias.
Fechado?
Um ajuda com a caneta,
outro ajuda com a enxada.
Somos todos iguais.
Somos todos servos do Eterno.

Cecília Fidelli.

2 comentários:

  1. Lindo e verdadeiro.
    Parabéns Cecília.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Cris Monteiro:

    Que lindo esse poema!
    A caneta e a enxada...
    Ferramentas que fazem
    a desigualdade social,
    mas que na prática,
    uma completa a outra
    na construção
    de uma sociedade.
    Muito inteligente,
    Cecília.

    - Via orkut.

    ResponderExcluir